«

»

set. 14 2012

Imprimir Post

Por ditadura, militares argentinos são condenados à prisão perpétua

Argentina: mães na praça de maio.

O Tribunal Oral Federal da cidade de Bahia Blanca, no Sul da Argentina, condenou, na quarta-feira (12/9), 14 militares da reserva e ex-policiais à prisão perpétua por crimes contra a humanidade, cometidos durante a ditadura militar argentina (1976-1983). Os condenados pertenciam ao Exército ou às forças de segurança e deverão cumprir a pena em regime comum no Serviço Penitenciário Federal da Argentina.

Os réus foram condenados pelos crimes de privação ilegal de liberdade, tortura e homicídio em um campo de detenção clandestino, instalado em Bahia Blanca. Os condenados foram acusadas de levar 90 pessoas ao campo de detenção denominado La Escuelita (A Escolinha, em português).

A ação judicial em questão envolve o desaparecimentos de duas mulheres, grávidas, que foram sequestradas e levadas até o campo clandestino. A estimativa é que cerca de 30 mil pessoas desapareceram ou foram mortas durante a ditadura na Argentina. Com informações da Agência Brasil.

Fonte- Revista Consultor Jurídico, 13 de setembro de 2012


QR Code - Take this post Mobile!

Faça a leitura deste código QR (Quick Response) com o seu smartphone ou tablet. O código conduzirá à URL desta página que será salva no seu o dispositivo móvel para acesso, compartilhamento e armazenamento.

Link permanente para este artigo: http://www.forumverdade.ufpr.br/blog/2012/09/14/por-ditadura-militares-argentinos-sao-condenados-a-prisao-perpetua/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *