«

»

mar. 22 2013

Imprimir Post

Ato: Sábado Resistente em São Paulo

SÁBADO RESISTENTE

CONVOCAÇÃO PARA O RECONHECIMENTO NO BRASIL DO DIA INTERNACIONAL PELO DIREITO À VERDADE

Dia 23 de março, das 14h às 17h30

No dia 21 de dezembro de 2010, a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou o dia 24 de março como o “Dia Internacional pelo Direito à Verdade em relação às Graves Violações dos Diretos Humanos e para a Dignidade das Vítimas”.
A data foi escolhida por marcar dois gravíssimos fatos ocorridos na América Latina: o primeiro, o assassinato a sangue frio do Monsenhor Oscar Arnulfo Romero, bispo de El Salvador no ano de 1980, e o segundo, o Golpe de Estado na Argentina, em 1976, que vitimou mais de 30.000 pessoas naquele país.

A resolução aprovada pela Assembleia Geral tem como objetivo instigar os Estados Membros, as Organizações Internacionais e as entidades da sociedade civil de cada país a rememorar esse dia. Em alguns países da América Latina, é proclamado feriado; em outros, um dia especial de estudos em escolas e universidades.
No Brasil, até o momento, a data ainda não é rememorada.

Por isso, neste Sábado Resistente lançamos o desafio à sociedade brasileira para a discussão e o comprometimento para que o dia 24 de março seja rememorado em todo o país, por meio da reflexão sobre nosso legado histórico e as graves violações aos Direitos Humanos tanto no passado como do presente.

PROGRAMAÇÃO

14:00: Boas vindas – Ivo Mesquita (Diretor Técnico da Pinacoteca do Estado e do Memorial da Resistência de São Paulo)

Coordenação – Maurice Politi (Diretor do Núcleo de Preservação da Memória Política)

 

14:30 – 15:30:  Breve Pronunciamento dos convidados:

Marcelo Mattos Araujo (Secretário de Estado da Cultura)

Elza Lobo (Diretora do Núcleo de Preservação da Memória Política)

Rafael Martinelli (Presidente do Fórum de ex Presos e Perseguidos Políticos de São Paulo)

Idibal Pivetta (Representante da Comissão da Verdade da OAB São Paulo)

José Henrique Torres (Presidente da Comissão da Verdade da Associação de Juízes para a Democracia)

Ivan Seixas (Presidente da Comissão Estadual de Defesa da Pessoa Humana de São Paulo)

Deputado Adriano Diogo (Presidente da Comissão Estadual da Verdade Rubens Paiva da Assembleia Legislativa de São Paulo]

Rogério Sottili (Secretário Municipal de Direitos Humanos e Representante da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República)

 

15:30 – 16:30: Palestra Maria Rita Kehl (Comissão Nacional da Verdade)

17:00:  Debate com o público

 

Os Sábados Resistentes, promovidos pelo Memorial da Resistência de São Paulo e pelo Núcleo de Preservação da Memória Política, são um espaço de discussão entre militantes das causas libertárias, de ontem e de hoje, pesquisadores, estudantes e todos os interessados no debate sobre as lutas contra a repressão, em especial à resistência ao regime civil-militar implantado com o golpe de Estado de 1964. Os Sábados Resistentes têm como objetivo maior o aprofundamento dos conceitos de Liberdade, Igualdade e Democracia, fundamentais ao Ser Humano.

Promovido por Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo e Memorial da Resistência de São Paulo.


QR Code - Take this post Mobile!

Faça a leitura deste código QR (Quick Response) com o seu smartphone ou tablet. O código conduzirá à URL desta página que será salva no seu o dispositivo móvel para acesso, compartilhamento e armazenamento.

Link permanente para este artigo: http://www.forumverdade.ufpr.br/blog/2013/03/22/ato-sabado-resistente-em-sao-paulo/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *