«

»

mar. 26 2014

Imprimir Post

Descomemoração do Golpe de 1964: Fórum lança a programação de eventos em todo estado e convida

Acesse a programação no Paraná, participe!

Acesse a programação no Paraná, participe!

 

 

No dia 1° de abril de 1964 o Brasil sofreu um grande golpe, era o Golpe Militar que durou mais de duas décadas.

A supressão das liberdades individuais e coletivas, o fechamento do Congresso Nacional, o Ato Institucional n° 5, o controle e a censura da imprensa e de todas as formas de manifestação humana através das artes, a repressão e a violência do Estado sobre os sindicatos e movimentos estudantis eram apenas algumas das facetas mais visíveis do Regime de Exceção que se instalara à força no país.

Vieram os órgãos de informação e repressão do Regime Militar como os DOPS, DOI-CODI e SNI, os grupos de caça e extermínio aos que ofereciam resistência ao Golpe de Estado. Vieram as prisões arbitrárias, o uso da força militar sobre a população civil e indígenas, o uso generalizado das práticas de tortura para obtenção de informações e confissões, o desaparecimento forçado de pessoas e as execuções sumárias, estas aos milhares.

A nação brasileira estava dividida entre aqueles que nada enxergavam e nada sabiam e aqueles que o estado brasileiro perseguia, prendia, torturava e executava. A resistência ao Regime rapidamente se mostrou insuficiente e frágil diante da força bruta do Estado. O maniqueísmo das campanhas do tipo “ame ou deixe” e a instauração dos “grupo de caça aos comunistas” buscavam instigar a população ao ódio generalizado a todos que ousassem pensar diferente e criticar o Regime. A prisão sem provas, o julgamento sem direito à defesa e ao contraditório e a pena de morte se tornaram uma prática no Brasil.

O pais mergulhava numa profunda crise que lentamente atingia indistintamente a todos: a fome, a miséria, a falta de oportunidades e de esperança no futuro, a ausência do Estado como provedor e articulador no atendimento ás necessidades básicas da população evidenciavam a incapacidade do Regime de governar o país.

Ao poucos os familiares de mortos e desaparecidos, a campanha pela anistia, a adesão de setores progressistas da igreja e a pressão internacional foram criando as condições para o processo de reabertura democrática.

Veio a anistia, imposta pelo regime, sem de fato justiça de transição. A restauração da democracia brasileira se mostrou imperfeita e inconclusa. A herança de impunidade, corrupção, subdesenvolvimento e atraso tecnólogo deixadas pelo Regime condenaria a maioria absoluta dos brasileiros, nas décadas seguintes, à miséria absoluta e a uma crise econômica sem precedentes.

Hoje, passados 50 anos do Golpe de 1964, muito ainda há por fazer. Os milhares de mortos e desaparecidos precisam ser encontrados e sepultados. A nação brasileira precisa conhecer seu passado para se entender com o seu presente e construir um possível futuro de paz, liberto julgo das correntes que o aprisionam. É preciso aperfeiçoar e aprofundar a democracia brasileira sob a égide da verdade, da memória e da justiça, para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça.

 

Fórum Paranaense de Resgate da Verdade, Memória e Justiça 

 

Clique aqui para baixar o cartaz em alta resolução.

Veja toda a programação de eventos e atividades que estão sendo realizadas em todo o Paraná em descomemoração ao Golpe de 1964. Clique aqui. Participe, divulgue!


QR Code - Take this post Mobile!

Faça a leitura deste código QR (Quick Response) com o seu smartphone ou tablet. O código conduzirá à URL desta página que será salva no seu o dispositivo móvel para acesso, compartilhamento e armazenamento.

Link permanente para este artigo: http://www.forumverdade.ufpr.br/blog/2014/03/26/descomemoracao-do-golpe-de-1964-forum-lanca-a-programacao-de-eventos-em-todo-estado-e-convida/