«

»

jul. 06 2015

Imprimir Post

Fragmentos da ditadura: “Discurso homofóbico da ditadura: homossexualidade, ideologia e “subversão” no regime militar.”

galeria-homossexualidade

 

“No que se refere à ação específica da ditadura, merece destaque o episódio de expulsão do Itamaraty de membros da carreira diplomática por sua orientação sexual. Em 1969, 15 foram os diplomatas cassados, sendo que sete deles o foram sob a justificativa explícita de “prática de homossexualismo, incontinência pública escandalosa”. Conforme matéria publicada pelo jornal O Globo, “em vez de perseguir esquerdistas, como fizeram outros ministérios na época, o Itamaraty mirou nos funcionários cujo comportamento na vida privada afrontaria os ‘valores do regime’”.”

 

n-JORNAL-LAMPIO-large570

“Um dos casos mais graves e dramáticos de censura durante esse período que merece registro foi a campanha contra as obras de Cassandra Rios, uma escritora cuja ficção sobre a lesbianidade nada agradou os cães de guarda da “moral e dos bons costumes”. Com uma produção literária prolífica e milhões de livros vendidos, ela teve 36 de suas obras censuradas durante a ditadura. Dezesseis processos judiciais foram propostos contra o seu livro Eudemônia. As acusações iam sempre no sentido de que seus textos continham conteúdo imoral e aliciavam o leitor à homossexualidade … Pode-se afirmar que Cassandra Rios foi a artista mais censurada deste país durante a ditadura militar.”

 

a-caca-aos-homossexuais-e-travestis-na-ditadura-militar

 

Trecho extraído do II Volume do Relatório Final da CNV, página 293 e 294.


QR Code - Take this post Mobile!

Faça a leitura deste código QR (Quick Response) com o seu smartphone ou tablet. O código conduzirá à URL desta página que será salva no seu o dispositivo móvel para acesso, compartilhamento e armazenamento.

Link permanente para este artigo: http://www.forumverdade.ufpr.br/blog/2015/07/06/fragmentos-da-ditadura-discurso-homofobico-da-ditadura-homossexualidade-ideologia-e-subversao-no-regime-militar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *