«

»

jul. 02 2015

Imprimir Post

Documentário que apresenta as principais investigações feitas pela Comissão Nacional e pelas Comissões Estaduais da Verdade já está no ar.

 

Desde a sua instalação, em 2012, a Comissão Nacional da Verdade realizou diversas audiências, coleta de depoimentos, apurações, visitas aos centros de tortura e abertura de arquivos. A TV Senado reuniu esse material em um documentário revelador que foi ao ar sábado (27), às 21h30.

 

O documentário apresenta as principais investigações feitas pela Comissão Nacional e pelas Comissões Estaduais da Verdade e mostra como funcionou a estrutura de repressão no país, como a tortura foi institucionalizada dentro de uma política de Estado e de que forma empresas públicas e privadas financiaram o regime militar no Brasil. Ao longo do programa, vítimas e agentes da repressão relatam diversos casos de violação de direitos humanos. Agressões contra indígenas e camponeses, prisões arbitrárias, episódios de tortura, de violência sexual, mortes e ocultação de cadáveres dão a dimensão dos abusos cometidos pelo Estado nesse período.

 

Apresentações na TV Senado: 04/07 às 22h30 / 12/07 às 01h

Direção: Deraldo Goulart e Lorena Maria

Duração: 58 min

Entrevistados: Pedro Dallari, Rosa Cardoso, José Carlos Dias, Maria Rita Kehl, Luiz Cláudio Cunha, Glenda Mezarobba, Adriano Diogo, Ivan Seixas, Amelinha Teles, Nadine Borges, Álvaro Caldas, Eny Moreira, Hildegard Angel, João Capiberibe, Randolfe Rodrigues, Ana Rita e Carlos Fico.


QR Code - Take this post Mobile!

Faça a leitura deste código QR (Quick Response) com o seu smartphone ou tablet. O código conduzirá à URL desta página que será salva no seu o dispositivo móvel para acesso, compartilhamento e armazenamento.

Link permanente para este artigo: http://www.forumverdade.ufpr.br/blog/2015/07/02/documentario-que-apresenta-as-principais-investigacoes-feitas-pela-comissao-nacional-e-pelas-comissoes-estaduais-da-verdade-ja-esta-no-ar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *