«

»

jul. 09 2015

Imprimir Post

Fragmentos da ditadura: “A partir de janeiro de 1980, e durante vários meses, o país assiste a uma série de manifestações terroristas de direita”

igreja-e-ditadura

“A partir de janeiro de 1980, e durante vários meses, o país assiste a uma série de manifestações terroristas de direita, em oposição a essa vaga liberalizante.
Entre essas manifestações, ocorreram 25 atentados sem vítimas, em sua maioria explosões de bombas em bancas de jornal que vendiam publicações de esquerda, ou aquelas denominadas à época de “imprensa alternativa”. Em 27 e 28 de agosto, no entanto, cartas-bombas enviadas ao vereador do Rio de Janeiro Antônio Carlos de Carvalho, do PMDB, e a Eduardo Seabra Fagundes, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), tiveram sérias consequências e provocaram imensa indignação: o jornalista José Ribamar de Freitas, chefe de gabinete do vereador, ficou gravemente ferido e dona Lida Monteiro da Silva, secretária da OAB, foi morta.

 

Lyda-Monteiro-da-Silva

2010-346255672-2010082157937.jpg_20100821

A mesa de dona Lyda Monteiro da Silva, vitima da explosão de uma carta-bomba no atentado à OAB-RJ.


foto2

Explosão de uma bomba no atentado à OAB-RJ.

 

Em 30 de abril de 1981, outro episódio de terrorismo teve imensa repercussão: duas bombas explodiram no Riocentro, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, onde o Centro Brasil Democrático (Cebrade) promovia um show de música popular, em comemoração ao Dia do Trabalho, com a presença de cerca de 20 mil pessoas. Uma das explosões ocorreu em um carro, matando o sargento Guilherme Pereira do Rosário e ferindo gravemente o motorista, capitão Wilson Luís Chaves Machado, ambos do CODI do I Exército. O incidente estabelecia uma ligação direta entre os atentados e o aparelho repressivo do regime. O general Gentil Marcondes, comandante do I Exército, divulgou, entretanto, a versão de que ambos cumpriam “missão de rotina” e determinou que o sepultamento do sargento fosse realizado com honras militares.”

 

Rio-centro

Explosão de bomba no colo do sargento Guilherme Pereira do Rosário, militar que participava do atentado ao Rio Centro.

 

Trecho extraído do Volume I do Relatório Final da CNV, páginas 107 e 108.

 


QR Code - Take this post Mobile!

Faça a leitura deste código QR (Quick Response) com o seu smartphone ou tablet. O código conduzirá à URL desta página que será salva no seu o dispositivo móvel para acesso, compartilhamento e armazenamento.

Link permanente para este artigo: http://www.forumverdade.ufpr.br/blog/2015/07/09/fragmentos-da-ditadura-a-partir-de-janeiro-de-1980-e-durante-varios-meses-o-pais-assiste-a-uma-serie-de-manifestacoes-terroristas-de-direita/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *